sexta-feira, 7 de maio de 2010

Jesus não te ensinou?

Meu pai hoje contou que estava no ônibus observando um grupo de 4 mulheres, cristãs, que falavam entre si sobre Jesus. Dali uns minutos uma delas abriu uma caixa de bombom e dividiu com as outras. Após degustar cada bombom, uma delas olhava ao redor, e jogava o papel pela janela. Meu pai que estava no banco de trás delas, ficou revoltado e falou "Eu não acredito nisso que eu tô vendo, em pleno século XXI, vocês, cristãs, ainda não aprenderam que jogar lixo pela janela não é legal?!". Elas retrucaram qualquer coisa sobre o lixo e falaram que Jesus não ia salvar meu pai.

Aí, eu me pergunto agora: Salvar do quê? Da enchente que esses papéizinhos de bombom vão causar quando chover e forem bloquear a saída da chuva pelo bueiro? Da auto extinção que nós mesmos vamos ter que sofrer em consequência de atos como esse?

Quem me conhece e sai na rua comigo sabe que eu arrumo encrenca direto com gente que joga lixo no chão, é porque eu não consigo ficar quieta mesmo, me revolta saber que existe tanta gente ignorante, teimosa e burra no mundo! Só o que eu vejo nessa m#rda é um monte de cabecinhas criadas à novelinha da globo e acostumadas a ouvir funk. Talvez seria um bom negócio para a Globo, começar ensinar as pessoas a não jogar lixo no chão nas suas novelinhas.

Mas é que já é tão normal esse tipo de ato que ninguém mais dá bola. Eu já me acostumei a ver gente mais velha (por incrível que pareça, são os que mais jogam lixo no chão) e maloqueiros fazendo isso, mas cristãos?! Será que Jesus não ensina isso na Bíblia? Acho que se ele criou o mundo perfeito, seria um dever dos seus seguidores preservar o que ele fez. E pior ainda, seria um dever deles dar o exemplo de como os pecadores (rs) deveriam se portar.

Eu já fui evangélica, e sei como e importante pra uma igreja o que o publico pensa sobre ela. Meu maior desejo agora era que um pastor lesse isso e falasse na igreja "Ei, seguidores de Cristo, eu li isso e isso no blog de uma pecadora, e está ficando feio pra nós, vamos parar de jogar o lixinho no chão? Caso contrário nao teremos novos seguidores para pagar o dízimo! Gloria á Deus!".

Se Jesus salva esse tipo de gente, que enche a boca pra falar de Jesus e como tudo que ele criou e perfeito - ao mesmo tempo que difama o nome dele e destrói tudo isso, então eu prefiro ir pro inferno, obrigada!

Que Jesus o abençoe e te salve da porquice! Amon.

5 comentários:

JFS disse...

Se eu tivesse no lugar de seu pai podia ter reagido igual ou simplesmente me calar e pensar meu Deus perdoe elas porque não sabem o que fazem.
Céu e Inferno para mim não são geográficos. Não os vamos encontrar em parte alguma do mundo. Ambos estão dentro de nós, é psicológico. A mente é o céu, a mente é o inferno; a mente tem a capacidade de se tornar ambos...e por aí adiante.

Érica Tomazi disse...

Eu também implico com quem joga lixo no chão. Faço meus amigos juntarem o que jogarem no chão. Até parece que não sabem o mal que isso causa meu! Será que ngm vai fazer nada? E a globo é uma porcaria que o povo, ignorante que é, usa como bíblia, tudo que a Tv mostra é a verdade, é lei, pra eles. Eu odeio televisão! O povo só tem direito na TV aberta, coisas inúteis, sem propósito nenhum. Pra se conseguir um canal instrutivo é preciso ter dinheiro pra pagar a Net. Ahh, se cada um fizesse sua parte, o mundo seria bem melhor de se morar.

Anônimo disse...

" JFS disse...

Se eu tivesse no lugar de seu pai podia ter reagido igual ou simplesmente me calar e pensar meu Deus perdoe elas porque não sabem o que fazem."

ELAS SABEM MTO BEM O QUE FAZEM SIM, TANTO QUE OLHAVAM PELA JANELA PRA VE SE NÃO TINHA NGM OLHANDO, PORTANTO, SABIAM QUE O QUE ESTAVAM FAZENDO ERA ERRADO!

JFS disse...

Quando escrevi 'perdoe elas porque não sabem o que fazem' pensei mais a fundo, talvez o seguinte texto explique melhor: "As pessoas movem-se inconscientemente, mecanicamente. Elas estão inconscientes; elas não sabem o que estão a fazer. Como é que podem saber o que estão a fazer? Elas nem sequer sabem quem são. Se não conhecer o seu ser, não poderá estar ciente do que está a fazer. É impossível. Primeiro, tem de estar ciente do ser - e isso é crescimento. Crescer interiormente é crescimento, alcançar o interior é crescimento."

Rodrigo Marcilio disse...

Existe uma grande diferença entre religião e espiritualidade... Existem pessoas religiosas que não são espiritualistas, equanto que há não religiosos que são espiritualistas... por mais paradoxal que seja mesmo um ateu ou agnostico pode ser um espiritualista... toda religião contém uma espiritualidade... porém toda espiritualidade idepende da religião... a questão é que muitas religiões e pessoas que as seguem acabam ficando apenas na superficie... enquanto que espiritualidade implica em reforma interior... implica em valores elevados... implica em buscar entrar em contato com algo que transceda e seja maior que você... que cada um dá o nome que desejar para tal força... penso que não se trata de um problema religioso jogar lixo no chão... e sim cultural... não estou dizendo que é sensato jogar lixo no chão... ainda mais para alguém que faz questão de se proclamar "crente" e "religioso"... mas cultural no sentido que não é somente a relegião para mudar valores... ma o nível cultural e meio aonde cada um vive... além é claro de educação recebida tanto em casa... como na escola... existem pesquisas polêmicas que traçam um comparativo entre nível sócio, econômico e cultuiral com a escolha de determinada crença e culto... mas no final trata-se mesmo de uma questão de consciência em saber o certo e querer fazer o certo... muitos sabem o certo... porém poucos o fazem... parece que é uma caracteristica humana esta... quantos por exemplo já não tiveram o desprazer de conhecer um médico incongruente consigo próprio... obeso, bebe e fuma... mais do que ninguém ele sabe o que é o certo... mas não o faz... e Pq ? Já vi pessoas jogando lata, saco plastico, restos de comida, bituca de cigarro... dentre outros de carro importado... mas ora... se parte do principio que pessoas com um carro carro... a principio estudaram em boas escolas... tem um bom emprego... acesso a educação e cultura... mas mesmo assim age como a ^"humilde cristã" do ônibus... no final... não é uma questão de religião... mas uma questão ce caráter... de virtudes !!!

Muito legal este relato... parabéns por sua consciência social e politica !!!

Namastê !