quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Hematita

Eu sou um paradoxo. Sempre fui.

Me diga, você sabe o que é ter a oportunidade de decidir? O exato momento em que tu é capaz? Sabe o que é estar beirando o abismo? Sabe o minúsculo fragmento de tempo que leva pra se tomar a decisão de dar um passo à frente nos trilhos do trem? 

Sabe o que é estar na frente da porta do nada? E sentir que não existe nada além dessa porta... e que na verdade não existe nem porta. Se a única pessoa que eu tenho sou eu, o que aconteceria se eu matasse a única pessoa que eu tenho? O que aconteceria se eu matasse a pessoa que me mataria? Pra onde ela iria? Eu continuo pisando na veia que mantém a mantém a minha vida fluindo. E então... por quanto tempo eu vou ficar recolhendo pedacinhos pra me manter de pé?

Pra um lugar pior, é o que dizem. E o que você define como pior?
Eu só quero fazer a merda parar. Qualquer coisa diferente disso.
Levar café na cama pro diabo com certeza é melhor do que isso.

E bem... Eu sou um balão prestes a explodir. Preciso de um lugar pra reviver. Preciso deixar de sentir. Nós temos um paradoxo aqui. Ou eu me mato de uma vez, ou vou acabar me matando. Preciso me matar antes que eu me mate. Pelo menos há um certo humor nisso. Cheguei ao ponto lamentável em que eu sou minha pior inimiga. Mas tudo bem... ainda consigo me ver no espelho, talvez eu ainda exista.

E essa sou eu... perdida em uma pilha de doces, repleta de açucar por dentro dizendo "eu sou vazia". Sendo agraciada com um milhão de convites... e dizendo "eu sou rejeitada". Uma legião de nada. Mas eu continuo caminhando. Mancando, sem direção, pois afinal, um par de pernas sem cérebro não faz muita coisa. E só estou torcendo pra que essas pernas cansadas e estúpidas tenham a sorte de me levar pra um lugar diferente.

And he tells me to sing. So I sing, and I sing
For my brother who keeps me sane.

Um comentário:

J.F.S. disse...

Do chaos resulta algo inesperadamente belo, primeiro passa por essa tempestade qu eu chamo 'chaos' só dá para desligar o pensar abrir os braços e fluir com a tempestade, em um momento acaba será uma pauza? e volta de novo? e novamente outra pauza? ou sumiu de vez o chaos .... titula o que vc quiser .... sobreviver o chaos é acreditar que todos nós somos importantes mesmo que alguns queiram que não seja assim