segunda-feira, 30 de março de 2009

Apenas fotos.


É só isso que restou. Eu fico vendo fotos e mais fotos, fotos em que eu aparecia, fotos de quando eu fazia parte de algo maior. Fotos de quando existiam pessoas que realmente se preocupavam comigo, de quando eu conhecia gente com caráter. É uma coisa que faz falta na minha vida, era um lugar onde as pessoas realmente eram verdadeiras. E a melhor coisa de tudo isso é ter sempre alguém pra quem recorrer na hora do desespero, na hora em que tudo dava errado eu sabia que eu ia encontrar Ele sempre ali.

Hoje eu me pergunto se todo mundo já me esqueceu. As vezes dá vontade de voltar, mas seria muita hipocrisia da minha parte te procurar só agora que eu preciso. O mundo dá voltas, e a gente deixa de acreditar em muitas coisas na qual juramos nunca duvidar. 

Eu tenho preguiça, tenho medo, falta de tempo e principalmente insegurança. Porque eu sei que eu não sou mais aceita. O meu modo de se vestir não é aceito, o meu pensamento não é aceito. As minhas dúvidas nunca foram aceitas.

O tempo passa, e cada minuto que se vai me causa muita angústia. O que eu vou fazer se não conseguir encontrar a resposta? Quantas passagens por aqui eu vou ter que fazer pra encontrar a mesma coisa?

De qualquer forma, obrigado por me mandar uma luz.
Mesmo que só existam 2 pessoas capazes de compreender.

3 comentários:

Um tal de Diih disse...

Eu descobrir que os amigos tem a habilidade de ir embora e se agente não ligar eles não ligam. :/

jaque, jaque... disse...

O tempo nos afasta de certas pessoas, mas com conforme adquirimos certa familiaridade, isso acaba não sendo algo tão surpreendedor - é totalmente esperado.
E a cada despedida, sempre haverá uma perda maior, uma que ocorre dentro de cada um de nós.

Liana Gomes disse...

Enquanto Deus permitir sempre estarei aqui! E pra mim vc é perfeita, a obra mais perfeita q a sua mamãe já fez!!

Bjin